???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unifacs.br/tede/handle/tede/177
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação e desenvolvimento: a contribuição do MST na construção do conceito de educação do campo
Autor: Perin, Teresinha de Fátima 
Primeiro orientador: Caldas, Alcides dos Santos
Primeiro membro da banca: Germani, Guiomar Inez
Segundo membro da banca: Gomes, Carlos Alberto da Costa
Resumo: A história do campo no Brasil é marcada até hoje pela invasão e divisão de seu território desde o período colonial. A questão agrária tem gerado confronto por interesses e por concepções distintas de como viver e se organizar em sociedade. O MST materializa esse confronto por projetos antagônicos, representando as mulheres e homens que são vítimas do modelo econômico hegemônico. Organizou, se valendo da construção dos vários movimentos que o antecederam, um projeto para construção de uma sociedade que tenha como lógica o homem. Esse projeto, como todo projeto de sociedade, precisa da educação para dar suporte na construção de valores que sejam coerentes com a visão da sociedade proposta. A Educação do Campo foi construída no decorrer dos anos pelos movimentos do campo em suas práticas de luta. Essa educação, sua ideologia e ação, se fortalecem com a organização do MST, ganhando radicalidade para fazer uma leitura da realidade em sua totalidade, identificando os discursos que podem distorcê-la, como o de crescimento, desenvolvimento sustentável, economia solidária. A Educação do Campo elaborada pelo MST traz, inserido em seu currículo, um projeto de desenvolvimento para avançar na construção de uma sociedade para além do capital. Com a constituição dos Fóruns Estaduais de Educação do Campo, muitos movimento e outras organizações que trabalham com educação no campo vieram compô-lo. Essa ampliação fortaleceu a luta e trouxe, também, os discursos de humanização do capitalismo, influenciando nas diretrizes de ação e de organização da Educação do Campo. Esta pesquisa é uma contribuição para a compreensão, a partir da Educação do Campo realizada pelo MST, de que a Educação do Campo é, antes de tudo, uma ação para superação do modelo capitalista que tem como lógica o lucro, produzindo riqueza para poucos e miséria para muitos.
Palavras-chave: MST
Educação do campo
Desenvolvimento
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO RURAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Salvador
Sigla da instituição: UNIFACS
Departamento: Desenvolvimento Regional e Urbano
Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano
Citação: PERIN, Teresinha de Fátima. Educação e desenvolvimento: a contribuição do MST na construção do conceito de educação do campo. 2007. 204 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Urbano) - Universidade Salvador, Salvador, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://teste.tede.unifacs.br:8080/tede/handle/tede/177
Data de defesa: 23-Aug-2007
Appears in Collections:Desenvolvimento Regional e Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Mestrado Terezinha de Fatima Perin ELEMENTOS PRE TEXTUAIS.pdf55,37 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.