???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unifacs.br/tede/handle/tede/721
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCosta, Gisele das Chagas-
dc.contributor.advisor1Souza, Regina Celeste de Almeida-
dc.contributor.referee1Souza, Regina Celeste de Almeida-
dc.contributor.referee2Gomes, Carlos Alberto da Costa-
dc.contributor.referee3Reis, Renato Barbosa-
dc.contributor.referee4Oliveira, Lucia Marisy Souza Ribeiro de-
dc.contributor.referee5Giudice, Dante Severo-
dc.date.accessioned2021-07-05T12:33:50Z-
dc.date.issued2017-12-31-
dc.identifier.citationCosta, Gisele das Chagas. Construção de territorialidades indígenas e suas inter relações com o empoderamento feminino no Médio e Submédio São Francisco - Ba. 2017. 139 f. Tese( Desenvolvimento Regional e Urbano) - UNIFACS, Salvador, 2017 .por
dc.identifier.urihttp://tede.unifacs.br/tede/handle/tede/721-
dc.description.resumoA presente tese aborda a construção de territorialidades indígenas no Vale Sanfranciscano – Bahia, a partir de uma perspectiva de gênero. Tem como objetivo geral avaliar as contribuições das caciques, enquanto lideranças femininas, na construção de territorialidades indígenas e desenvolvimento territorial no médio e submédio São Francisco/ Bahia. O percurso metodológico, através de uma abordagem qualitativa e de incursões etnográficas em aldeias com a presença de caciques mulheres possibilitou vivenciar as práticas espaciais desses povos, as quais estão impregnadas de sentido simbólico, que só pode ser suficientemente apreendido através da noção de espaço-tempo vivido numa perspectiva múltipla, diversa e complexa de território. Verificou-se que a reafirmação identitária e o consequente empoderamento constituem-se em elementos fundamentais para entendimento das diversas territorialidades engendradas pelos povos indígenas no Vale, dado que o território, substrato material e simbólico-representacional, é um elemento chave para compreensão de toda mobilização política e cultural dos grupos sociais, contribuindo para a superação da histórica dependência social e dominação política. Nesse sentido, foi avaliado que as caciques vem desempenhando um papel de liderança na organização social de seu povo, utilizando como estratégias de apropriação simbólica e controle político-econômico do território, a ritualidade, de acordo com sua cosmologia e a educação tendo como consequência o desenvolvimento da pertença territorial. A pesquisa foi aprofundada junto ao povo Truká Tupan, que vem realizando experiências de desenvolvimento territorial significativas. A principal liderança da comunidade, cacique Maria Erineide Truká Tupan, possui o papel político na organização das pautas de luta junto ao seu povo, buscando a regularização fundiária de seu território. Com a representação e mediação das demandas de seu povo, vem ultrapassando o estágio de luta pela sobrevivência material mais imediata através da construção de uma base que garanta o efetivo desenvolvimento territorial, com processos de cooperação e colaboração com o terceiro setor e o desenvolvimento de tecnologias sociais, o que tem garantindo níveis cada vez maiores de autonomia socioeconômica através do uso sustentável dos recursos disponíveis em seu território.por
dc.description.abstractA presente tese aborda a construção de territorialidades indígenas no Vale Sanfranciscano – Bahia, a partir de uma perspectiva de gênero. Tem como objetivo geral avaliar as contribuições das caciques, enquanto lideranças femininas, na construção de territorialidades indígenas e desenvolvimento territorial no médio e submédio São Francisco/ Bahia. O percurso metodológico, através de uma abordagem qualitativa e de incursões etnográficas em aldeias com a presença de caciques mulheres possibilitou vivenciar as práticas espaciais desses povos, as quais estão impregnadas de sentido simbólico, que só pode ser suficientemente apreendido através da noção de espaço-tempo vivido numa perspectiva múltipla, diversa e complexa de território. Verificou-se que a reafirmação identitária e o consequente empoderamento constituem-se em elementos fundamentais para entendimento das diversas territorialidades engendradas pelos povos indígenas no Vale, dado que o território, substrato material e simbólico-representacional, é um elemento chave para compreensão de toda mobilização política e cultural dos grupos sociais, contribuindo para a superação da histórica dependência social e dominação política. Nesse sentido, foi avaliado que as caciques vem desempenhando um papel de liderança na organização social de seu povo, utilizando como estratégias de apropriação simbólica e controle político-econômico do território, a ritualidade, de acordo com sua cosmologia e a educação tendo como consequência o desenvolvimento da pertença territorial. A pesquisa foi aprofundada junto ao povo Truká Tupan, que vem realizando experiências de desenvolvimento territorial significativas. A principal liderança da comunidade, cacique Maria Erineide Truká Tupan, possui o papel político na organização das pautas de luta junto ao seu povo, buscando a regularização fundiária de seu território. Com a representação e mediação das demandas de seu povo, vem ultrapassando o estágio de luta pela sobrevivência material mais imediata através da construção de uma base que garanta o efetivo desenvolvimento territorial, com processos de cooperação e colaboração com o terceiro setor e o desenvolvimento de tecnologias sociais, o que tem garantindo níveis cada vez maiores de autonomia socioeconômica através do uso sustentável dos recursos disponíveis em seu território.spa
dc.description.provenanceSubmitted by Roseli Araujo ([email protected]) on 2021-07-05T12:29:40Z No. of bitstreams: 1 Tese GISELE DAS CHAGAS COSTA.pdf: 2799877 bytes, checksum: 6589b5d651aaef2b4ad59855efe4c1e8 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2021-07-05T12:33:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese GISELE DAS CHAGAS COSTA.pdf: 2799877 bytes, checksum: 6589b5d651aaef2b4ad59855efe4c1e8 (MD5) Previous issue date: 2017-12-31eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Salvadorpor
dc.publisher.departmentDesenvolvimento Regional e Urbanopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUNIFACSpor
dc.publisher.programDesenvolvimento Regional e Urbanopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectTerritorialidade indígena. Desenvolvimento territorial. Empoderamento feminino. Caciques mulheres. Vale Sanfranciscano.por
dc.subject.cnpqDESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANOpor
dc.titleConstrução de territorialidades indígenas e suas inter relações com o empoderamento feminino no Médio e Submédio São Francisco - Ba.por
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Desenvolvimento Regional e Urbano
Desenvolvimento Regional e Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese GISELE DAS CHAGAS COSTA.pdf2,73 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.