???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unifacs.br/tede/handle/tede/178
Tipo do documento: Dissertação
Título: Indicação de procedência: uma nova dimensão da competitividade para o território da APAEB-Valente
Autor: Reis, Livia Liberato de Matos 
Primeiro orientador: Caldas, Alcides dos Santos
Primeiro membro da banca: Spinola, Noélio Dantaslé
Segundo membro da banca: Couto, Vitor de Athayde
Resumo: Esta dissertação cumpre dois objetivos. Com o primeiro objetivo busca-se analisar em que medida a implementação de uma Indicação de Procedência (IP) pode vir a contribuir para a conquista de vantagens competitivas dos tapetes e carpetes de sisal produzidos e comercializados pela APAEB-Valente, valorizando o seu território. O segundo objetivo consiste em verificar, por meio de estudo comparativo com a experiência realizada no Vale dos Vinhedos, os possíveis impactos da implementação de uma IP no território de atuação da APAEB-Valente. Na pesquisa utilizam-se dados de fontes secundárias e primárias, com base em um estudo de caso. Conclui-se que a sustentabilidade da lavoura sisaleira no território estudado depende de fatores diversos que vão desde a manutenção da vantagem comparativa na produção de tapetes e carpetes de sisal, obtida através do fornecimento direto da matéria-prima pelos produtores locais, até a conquista de vantagens competitivas; dentre estas, a IP surge como uma possibilidade de incremento à valoração do produto do território. Entendendo-se o território aqui estudado como sendo multifuncional, espera-se também que uma IP venha a valorizar os produtos e serviços locais, particularmente artesanato e turismo, além da produção familiar derivada da caprino-ovinocultura e apicultura. Com base nos resultados da análise, recomenda-se a efetiva implementação de uma IP para os tapetes e carpetes de sisal produzidos e comercializados pela APAEB-Valente. Recomenda-se também a certificação de inspeção estadual e federal, para produtos de origem animal (carnes e mel de abelhas). Sem os certificados CIE e CIF, que atestam à qualidade dos produtos, torna-se difícil a sua comercialização no mercado formal.
Palavras-chave: Certificação
Indicação de Procedência (IP)
Sisal
Bahia
Território APAEB-Valente
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL::ANALISE REGIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Salvador
Sigla da instituição: UNIFACS
Departamento: Desenvolvimento Regional e Urbano
Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano
Citação: REIS, Livia Liberato de Matos. Indicação de procedência: uma nova dimensão da competitividade para o território da APAEB-Valente. 2008. 207 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Urbano) - Universidade Salvador, Salvador, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://teste.tede.unifacs.br:8080/tede/handle/tede/178
Data de defesa: 11-Apr-2008
Appears in Collections:Desenvolvimento Regional e Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Livia Liberato Texto completo.pdf4,93 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.